Pessoas esquisitas? …ou simplesmente conflito interior?

Tenho passado pelos meus blogs favoritos e lido muita coisa interessante, coisas que eu sempre observei, mas não tinha com quem conversar. Uma dessas coisas lidas: encontrarmos cadeirantes nas ruas, quando são homens cumprimentam, ou pelo menos mostram um ar sorridente. Já quando são mulheres,viram o rosto e fingem não nos ver, geralmente mulheres maduras.
Quando entro no ônibus, metrô, lojas ou qualquer outro lugar comum do dia-a-dia, sinto-me normal e tenho um comportamento natural. Isto porque sou assim mesmo – é próprio da minha personalidade. Já não sou mais uma garotinha e os anos me deram experiências, que procurei assimilar, até onde consegui. No entanto, as pessoas são diferentes, possuem personalidades e vidas diferentes; temos famílias diferentes, experiências diferentes. É a diversidade! Não agimos da mesma maneira. Isto não irá acontecer! É utópico pensar assim!
Ainda não tive problemas com preconceito fora da minha casa. O que não significa, que não os terei! Porém, conheço bem o preconceito perto – pertíssimo! Aquele do seu lado, na sua convivência. O preconceito de alguém que não sabe lidar com a diferença. Enquanto eu deveria estar sendo consolada e colocada “pra cima”, consolo e tento explicar e mostrar que não é o fim do mundo!
É um total paradoxo!
Compreendo essas pessoas cadeirantes, que passam por nós e fingem serem invisíveis(…ou que nós somos invisíveis para elas!)! Nem todas conseguiram resolver seus problemas interiores – de aceitação ou de ser aceito! Não é uma coisa tão fácil. …e eu que achava que isto tinha acontecido só comigo! Muitas famílias ainda não sabem lidar com seus deficientes. Não aceitam, tem vergonha, não sabem estimulá-los para que saiam para a vida. Ser diferente num ambiente assim não é nada fácil! Daí nos deparamos com estas pessoas em lugares públicos, quando olhamos para elas, não temos retorno em nossa polidez – pois elas estão repletas de baixo amor-próprio. Particularmente, acho isto muito triste! Elas precisam de compreensão da nossa parte – só isso!
Acredito que este tipo de comportamento será cada vez menor. Estamos caminhando, conquistando – derrubando barreiras! Alguém acha que estamos devagar? Tudo bem, podemos estar devagar, mas estamos cada vez melhor, ainda que a passos curtos.
Sobre as “pessoas esquisitas”: vamos ter compreensão para com elas. Nem todas conseguem superar seus conflitos, faltam-lhes força interior e apoio. Só o fato de compreendermos isto, estaremos apoiando alguém, dando-lhe alguma força. Ainda que indiretamente!

Anúncios

6 Respostas para “Pessoas esquisitas? …ou simplesmente conflito interior?

  1. Oi Tani!Se uma pessoa vira o rosto, já mostra sinal de problemas psicológicos. Pode ser timidez ou qualquer outra coisa. Infelizmente, muitos cadeirantes senten-se desconfortáveis em público.

  2. Alguns deficientes no geral, possuem um histórico de rancores. Bateram de frente com pessoas mal informadas, que tratam mal ou com indiferença pessoas diferentes.

  3. A vida é complicada, e não é todo mundo que aprende como toca-la. Temos que vencer a nos mesmos toda hora, todos os dias. Algumas pessoas são parceiras, outras amigas. Podemos falhar em um momento como parceiro e ou como amigo, e eles também! Mas temos, creio eu, que saber vencer as magoas, nos perdoar e saber perdoar os demais.

  4. Concordo com voce Luis,guardar mágoa nos impede caminhar para frente – crescermos como pessoa. Não é de uma vez que se vence os problemas todos, mas devagarinho. E sempre aparecerão outros! Uma coisa que acho importante é reconhecermos nosso valor como pessoa.

  5. Oi…vi seu blogg,e me identifiquei!!! Tbm sou cadeirante,ha 7 anos,ja passei por tantos preconceitos…uma vez um cara não queria encostar em mim,é mole?? Com nojo! Me sentí uma leprosa….Olhares tbm me incomodam mto,tento ser bem resolvida,até acho que na maioria das vzs sou,mas qdo o quesito é auto-estima ao sair de casa….0,0%…. Mas….."RODA PRA FRENTE!!!"

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s