Purê com carne moída/Ciberespaço.

Sentar e digitar pensamentos é como correr num campo de grama aparada, verdinha, extensa e com algumas florezinhas.
…algumas cá e lá.
Pensar no que falar é bom. Um começo de liberdade, como se fosse o meu único refil de sensações de felicidade.
…me pego suspirando!
Aqui sinto-me livre! Aqui… diante da máquina que irá tornar minhas palavras uma realidade. Registradas em fontes, lida por nada menos que a inteligência coletiva da cibercultura.
Acabo de comer purê com Molho à Bolonhesa, fumegante – hoje está frio!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s